Últimas Notícias

Héroes de Mayo Iquique Pro começa pelo QS 3000 no Chile

21/05/2019

No primeiro dia, foram realizadas as duas primeiras fases do QS 3000 masculino, que está sendo disputado por 127 competidores de 18 países.

Filipe e Michael são o Brasil nas quartas de final em Bali

21/05/2019

O paulista Filipe Toledo e o cearense Michael Rodrigues são a esperança do bicampeonato do Brasil no Corona Bali Protected na Indonésia. No ano passado, o campeão foi o potiguar Italo Ferreira, que já perdeu na terceira fase no evento marcado por muitas “zebras”. Dos surfistas que estavam entre os top-10 do ranking, só restaram Filipe Toledo, Kolohe Andino e Kanoa Igarashi. Na segunda-feira de boas ondas de 4-6 pés em Keramas, Michael despachou o vice-campeão mundial Julian Wilson e vai disputar a primeira vaga para as semifinais com outro australiano, Wade Carmichael. Já Filipe vem confirmando o favoritismo fazendo os recordes de cada dia e seu próximo adversário é o onze vezes campeão mundial Kelly Slater. Filipe Toledo (Foto: Matt Dunbar / WSL via Getty Images) Na segunda-feira, Filipe mostrou toda a versatilidade do seu surfe progressivo, usando algumas armas do seu vasto repertório de manobras modernas e inovadoras nas direitas perfeitas de Keramas. Em uma delas, atacou forte os pontos críticos da onda e completou dois aéreos para arrancar a maior nota do dia, 8,60. A seguinte foi boa também e valeu 7,33 para fazer a maior somatória da segunda-feira, 15,93 pontos contra 13,47 do australiano Ryan Callinan. Os dois tinham chances de tirar a lycra amarela do Jeep Leaderboard do havaiano John John Florence em Bali e Filipe consegue isso se chegar na final, ou seja, tem que passar por Kelly Slater e depois pelas semifinais. “Estou muito feliz por ter passado para a próxima fase, pois tenho uma grande oportunidade para chegar na primeira posição do ranking aqui”, disse Filipe Toledo. “As ondas estavam muito boas hoje (segunda-feira), lisinhas, minhas pranchas estão boas também e estou me sentindo muito bem. Minha família está aqui comigo, alguns amigos de Ubatuba também e vamos em frente para a próxima”. Antes de Filipe derrotar o australiano Ryan Callinan, o cearense Michael Rodrigues já tinha passado pelo vice-campeão mundial Julian Wilson na bateria que abriu as oitavas de final. Ele não deu qualquer chance para o australiano e confirmou a vitória com a nota 7,00 da sua última onda. Com ela, fechou o placar com uma larga vantagem de 13,67 a 6,77 pontos. Michael Rodrigues (Foto: Damea Dorsey / WSL via Getty Images) “O Julian (Wilson) é um dos meus surfistas favoritos, então era uma bateria muito importante para mim e estou feliz por conseguir vencê-lo aqui”, disse Michael Rodrigues. “Estou me sentindo muito bem nessas ondas e é muito bom voltar a disputar as quartas de final. Eu estou me divertindo bastante aqui em Bali, surfando, comendo bem, com meus amigos, então está tudo muito bom. Eu procurei fazer o meu trabalho bem feito hoje (segunda-feira) e estou feliz por continuar no evento”. Michael Rodrigues agora vai enfrentar outro australiano na abertura das quartas de final, Wade Carmichael, que fez uma grande apresentação contra o francês Joan Duru na segunda-feira. Ele somou notas 8,50 e 7,00 na vitória por 15,50 a 13,87 pontos sobre o algoz do atual líder do ranking, John John Florence. Esta foi uma das muitas “zebras” da etapa da Indonésia e a segunda-feira já começou assim, com o italiano Leonardo Fioravanti derrotando o bicampeão mundial Gabriel Medina por 12,73 a 11,00 pontos no primeiro duelo do dia. ZEBRAS EM BALI – Medina tinha chances matemáticas de assumir a liderança na corrida pelo título mundial de 2019 em Bali, porém terminou em 17.o lugar e já caiu da quinta para a oitava posição no ranking. Ainda pelas baterias restantes da terceira fase que ficaram para abrir a segunda-feira, outra grande surpresa foi a vitória do brasileiro Jessé Mendes sobre o número 3 do Jeep Leaderboard, Jordy Smith, na disputa pela última vaga para as oitavas de final. Jessé Mendes (Foto: Damea Dorsey / WSL via Getty Images) O paulista despachou o sul-africano por 11,20 a 10,33, mas depois não conseguiu achar boas ondas no último confronto do dia, sendo eliminado por uma grande diferença de 15,66 a 5,86 por Kanoa Igarashi. O japonês já tinha surfado muito bem nas direitas de Keramas contra o paranaense Peterson Crisanto pela manhã, derrotando-o por 13,90 a 7,60 pontos. Nas oitavas de final, além da vitória de Michael Rodrigues sobre o vice-campeão mundial Julian Wilson, outro resultado que pode se considerar como “zebra” no momento, foi o do Kelly Slater contra o taitiano Michel Bourez, vice-campeão do Corona Bali Protected na final do ano passado com o potiguar Italo Ferreira. Foi por pouco, 14,46 a 14,27 pontos para o onze vezes campeão mundial, que vai enfrentar Filipe Toledo nas quartas de final. O Corona Bali Protected está sendo transmitido ao vivo de Keramas pelo www.worldsurfleague.com e pelo Facebook e pelo aplicativo da World Surf League. A primeira chamada da terça-feira será as 7h00 na Indonésia, 20h00 da segunda-feira no Brasil. ———————————————————– João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com ———————————————————– SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão. A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial. Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensen, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo. Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com. ———————————————————– QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 4.745 pontos e US$ 18.000: 1.a: Michael Rodrigues (BRA) x Wade Carmichael (AUS) 2.a: Kolohe Andino (EUA) x Jeremy Flores (FRA) 3.a: Filipe Toledo (BRA) x Kelly Slater (EUA) 4.a: Kanoa Igarashi (JPN) x Adrian Buchan (AUS) QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 4.745 pontos e US$ 18.000: 1.a: Carissa Moore (HAV) x Brisa Hennessy (CRI) 2.a: Sally Fitzgibbons (AUS) x Silvana Lima (BRA) 3.a: Stephanie Gilmore (AUS) x Courtney Conlogue (EUA) 4.a: Nikki Van Dijk (AUS) x Bronte Macaulay (AUS) RESULTADOS DA SEGUNDA-FEIRA EM BALI: OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com 3.320 pontos e US$ 14.100: 1.a: Michael Rodrigues (BRA) 13.67 x 6.77 Julian Wilson (AUS) 2.a: Wade Carmichael (AUS) 15.50 x 13.87 Joan Duru (FRA) 3.a: Jeremy Flores (FRA) 14.17 x 13.00 Jack Freestone (AUS) 4.a: Kolohe Andino (EUA) 11.16 x 9.67 Conner Coffin (EUA) 5.a: Filipe Toledo (BRA) 15.93 x 13.47 Ryan Callinan (AUS) 6.a: Kelly Slater (EUA) 14.46 x 14.27 Michel Bourez (TAH) 7.a: Adrian Buchan (AUS) 11.23 x 10.80 Leonardo Fioravanti (ITA) 8.a: Kanoa Igarashi (JPN) 15.66 x 5.86 Jessé Mendes (BRA) TERCEIRA FASE – 1.o e 2.o=Terceira Fase e 3.o=33.o lugar com 265 pontos e US$ 10.000: ——–baterias que abriram a segunda-feira: 13: Leonardo Fioravanti (ITA) 12.73 x 11.00 Gabriel Medina (BRA) 14: Adrian Buchan (AUS) 8.73 x 6.50 Mikey Wright (AUS) 15: Kanoa Igarashi (JPN) 13.90 x 7.60 Peterson Crisanto (BRA) 16: Jessé Mendes (BRA) 11.20 x 10.33 Jordy Smith (AFR) ——–resultados do domingo: 1.a: Julian Wilson (AUS) 12.23 x 8.00 Jadson André (BRA) 2.a: Michael Rodrigues (BRA) 12.27 x 3.57 Yago Dora (BRA) 3.a: Joan Duru (FRA) 12.14 x 12.04 John John Florence (HAV) 4.a: Wade Carmichael (AUS) 11.63 x 11.44 Deivid Silva (BRA) 5.a: Jack Freestone (AUS) 11.26 x 4.77 Italo Ferreira (BRA) 6.a: Jeremy Flores (FRA) 13.74 x 11.34 Willian Cardoso (BRA) 7.a: Conner Coffin (EUA) 10.33 x 7.33 Griffin Colapinto (EUA) 8.a: Kolohe Andino (EUA) 14.54 x 8.37 Ricardo Christie (NZL) 9.a: Filipe Toledo (BRA) 13.00 x 7.13 Caio Ibelli (BRA) 10: Ryan Callinan (AUS) 11.76 x 9.50 Seth Moniz (HAV) 11: Kelly Slater (EUA) 12.50 x 8.30 Owen Wright (AUS) 12: Michel Bourez (TAH) 9.13 x 8.10 Rio Waida (IDN)

WSL - Líderes do ranking perdem na terceira fase em Bali

20/05/2019

O número 1, John John Florence, foi o primeiro a cair e o vice-líder, Italo Ferreira, campeão da etapa da Indonésia no ano passado, competiu com o tornozelo contundido e também perdeu.

Maui and Sons Arica Pro Tour realiza triagem com surfistas locais em El Gringo

20/05/2019

A etapa do QS 3000 do campeonato de surfe mais antigo da América do Sul fora do Brasil, será disputada na última semana deste mês, de 28 de maio a 2 de junho na Ex Isla Alacrán, em Arica, no Chile.

Pena Little Monster estreia no Circuito Pro Junior da World Surf League

20/05/2019

O Pena Little Monster é um dos eventos mais tradicionais do surfe brasileiro