Brasileiras avançam no Mundial de Longboard em Taiwan

por Redação de Olho no Mar / 29/11/2018

As brasileiras Chloé Calmon e Atalanta Batista perderam suas primeiras baterias na quarta-feira, mas passaram pela repescagem

Depois de dois dias só de competição masculina, a quarta-feira ficou só para as meninas estrearem no Taiwan Open of Surfing, que decide os títulos mundiais de Longboard da World Surf League nas ondas de Jinzun Harbour, em Taitung, na ilha Taiwan. As brasileiras Chloé Calmon e Atalanta Batista perderam suas primeiras baterias na quarta-feira, mas passaram pela repescagem e já estão escaladas para disputar vagas para as quartas de final na terceira fase da competição.

Chloe Calmon (Foto: @WSL / Tim Hain)

“Estou feliz em estar de volta à Taiwan, pois eu realmente amo tudo aqui”, disse Chloé Calmon. “As pessoas, as ondas, a comida, a cultura, é tudo incrível nesse lugar e adoro vir para cá. Eu já cheguei muito perto do título mundial algumas vezes, faltou pouco e isso foi difícil pra mim. Eu acho que coloquei muita pressão em mim mesma nos últimos anos, então agora só quero aproveitar a experiência, independentemente do que acontecer. Estamos todas aqui surfando juntas, nos divertindo e viajando pelo mundo, então é nisso que quero focar neste ano”.

A vice-campeã mundial de 2016 e 2017 estreou no quarto confronto do dia e surfou bem, ganhando nota 7,10 em sua melhor onda para totalizar 13,77 pontos. Mas, a norte-americana Soleil Errico atingiu 15,67 somando notas 8,00 e 7,67 para vencer Chloé Calmon na disputa pela vaga direta para a terceira fase. Esse placar só ficou abaixo dos 17,10 pontos que a atual campeã mundial Honolua Blomfield, do Havaí, tinha acabado de conseguir com notas 8,83 e 8,27 na bateria anterior.

Honolua Blomfield (Foto: @WSL / Jack Barripp)

A carioca então teria que disputar uma rodada extra para chegar na terceira fase, assim como a pernambucana Atalanta Batista, que havia ficado em último na segunda bateria do dia, vencida pela havaiana Crystal Walsh. Apesar do tropeço na estreia, ambas aproveitaram a segunda chance de classificação e seguem na disputa do título no Taiwan Open of Surfing. As condições do mar já haviam mudado, com as ondas ficando mais baixas e as séries mais espaçadas, com poucas boas entrando nas baterias.

Atalanta disputou a primeira eliminatória do campeonato e não conseguiu mostrar todo o potencial do seu surfe, que já conquistou três títulos sul-americanos da WSL South America e quatro brasileiros. Mesmo assim, as notas 4,67 e 3,83 recebidas nas melhores ondas, foram suficientes para despachar a inglesa Emily Currie por 8,50 a 5,86 na abertura da repescagem.

TERCEIRA FASE – A pernambucana vai disputar a segunda classificatória para as quartas de final, com a defensora do título mundial e recordista absoluta do primeiro dia de competição feminina no Taiwan Open of Surfing, Honolua Blomfield, além da francesa Alice Lemoigne. Nesta rodada, é preciso ficar entre as duas primeiras colocadas para avançar, pois somente a última é eliminada em nono lugar no evento.

Atalanta Bastista (Foto: @WSL / Tim Hain)

Chloé Calmon entra no confronto seguinte, novamente com duas norte-americanas como quando estreou na quarta-feira. Uma delas é a mesma Soleil Errico que a derrotou na primeira fase. A outra é a campeã mundial de 2016, Tory Gilkerson, que impediu que Chloé conquistasse o primeiro título do Brasil na categoria feminina. A carioca terminou como vice-campeã nos dois últimos anos e segue na luta para quebrar esse tabu.

Depois de definir os campeões mundiais de Longboard nessa semana, na próxima o Taiwan Open of Surfing também vai decidir os títulos masculino e feminino da categoria Pro Junior, para surfistas com até 18 anos de idade, tudo transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo Facebook Live e pelo aplicativo da World Surf League. A primeira chamada da quinta-feira será as 6h00 em Taiwan, 20h00 da quarta-feira no Brasil.

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensesn, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo.

Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

———————————————————–

João Carvalho – WSL South America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

———————————————————–

TERCEIRA FASE FEMININA – 1.a e 2.a=Quartas de Final e 3.a=9.o lugar:

1.a: Crystal Walsh (HAV), Rachael Tilly (EUA), Kirra Seale (HAV)

2.a: Honolua Blomfield (HAV), Alice Lemoigne (FRA), Atalanta Batista (BRA)

3.a: Chloe Calmon (BRA), Tory Gilkerson (EUA), Soleil Errico (EUA)

4.a: Lindsay Steinriede (EUA), Kaitlin Mikkelsen (EUA), Hiroka Yoshikawa (JPN)

SEGUNDA FASE – Vitória=Terceira Fase e Derrota=13.o lugar:

1.a: Atalanta Batista (BRA) 8.50 x 5.86 Emily Currie (ING)

2.a: Tory Gilkerson (EUA) 7.94 x 6.66 Crystal Hulett (AFR)

3.a: Chloe Calmon (BRA) 11.17 x 5.73 Wang Yun-Chieh (TWN)

4.a: Lindsay Steiriede (EUA) 14.83 x 8.06 Avalon Gall (EUA)

5.a: Rachael Tilly (EUA) 12.67 x 6.77 Emily Lethbridge (AUS)

6.a: Hiroka Yoshikawa (JPN) 11.07 x 8.07 Kathryn Hughes (AUS)

PRIMEIRA FASE – Vitória=Terceira Fase e 2.a e 3.a=Segunda Fase:

1.a: 1-Alice Lemoigne (FRA)=12.67, 2-Rachael Tilly (EUA)=11.07, 3-Crystal Hulett (AFR)=6.97

2.a: 1-Crystal Walsh (HAV)=12.43, 2-Emily Lethbridge (AUS)=10.44, 3-Atalanta Batista (BRA)=9.24

3.a: 1-Honolua Blomfield (HAV)=17.10, 2-Hiroka Yoshikawa (JPN)=10.50, 3-Wang Yun-Chieh (TWN)

4.a: 1-Soleil Errico (EUA)=15.67, 2-Chloe Calmon (BRA)=13.77, 3-Avalon Gall (EUA)=9.60

5.a: 1-Kirra Seale (HAV)=12.80, 2-Lindsay Steinriede (EUA)=11.93, 3-Kathryn Hughes (AUS)=7.70

6.a: 1-Kaitlin Mikkelsen (EUA)=9.80, 2-Tory Gilkerson (EUA)=9.50, 3-Emily Currie (ING)=6.06

TERCEIRA FASE MASCULINA – Derrota=13.o lugar:

1.a: Phil Rajzman (BRA) x Julian Schweizer (URU)

2.a: Steven Sawyer (AFR) x Jack Entwistle (AUS)

3.a: Harley Ingleby (AUS) x Austin Hollingshead (EUA)

4.a: Tony Silvagni (EUA) x Eduardo Bage (BRA)

5.a: Ben Skinner (ING) x Emilien Fleury (FRA)

6.a: Taylor Jensen (EUA) x Jared Neal (AUS)

7.a: Edouard Delpero (FRA) x Scotty Fong Jr (HAV)

8.a: Piccolo Clemente (PER) x Kevin Skvarna (EUA)

9.a: Antoine Delpero (FRA) x Sam Christianson (AFR)

10: Cole Robbins (EUA) x Josh Constable (AUS)

11: Rodrigo Sphaier (BRA) x Jefson Silva (BRA)

12: Kai Sallas (HAV) x Makamae Desoto (HAV)