CBSURF TOUR - A Catarinense Tainá Hinckel é o grande destaque no CBSurf Tour, em Ubatuba

por Redação de Olho no Mar / 25/07/2017

Líder isolada nas 2 categorias femininas do Brasileiro e acostumada a competir no litoral paulista, catarinense Tainá Hinckel é o grande destaque no CBSurf Tour Hang Loose Japan Trials, em Ubatuba

Líder isolada nas duas categorias femininas do CBSurf Tour e acostumada a competir e vencer no litoral paulista, a catarinense Tainá Hinckel é o grande destaque Hang Loose Japan Trials, que será disputada a partir desta quarta-feira (26), na Praia Grande, em Ubatuba. A competição exclusiva das categorias de base se torna a mais importante do ano, por definir o time que defenderá o Brasil no Mundial Júnior da International Surfing Association (ISA), em setembro, no Japão, em pleno “palco” que receberá a estreia do surf na Olimpíada. 

Aos 14 anos, a surfista da Guarda do Embaú não esconde a ansiedade em competir pela primeira vez o ISA World Junior Surfing Championship e disputa a etapa decisiva no Brasil animada. Para o Mundial, o time feminino do Brasil terá duas representantes na sub18 e duas na sub16 e Tainá deve ser escalada para competir entre as mais jovens. A surfista já tem a vivência de disputas internacionais, como a vitória no Sul-Americano Pro Junior, em San Bartolo, no Peru, com apenas 13 anos, em 2016.

“Também será a minha primeira vez no Japão, o país da Olimpíada. Vai ser incrível. Espero me divertir bastante com a equipe brasileira, adquirir muita experiência e, claro, obter um ótimo resultado nesse evento. Quero estar preparada para tentar a vaga na Olimpíada, será um momento especial do surf”, diz a atleta.

Na etapa do Brasileiro em Ubatuba, atuará com a tranquilidade de quem já venceu disputas importantes, entre elas, dois títulos nacionais, o sub12 em 2015 e o sub18 ano passado, ambos no campeonato promovido por Wiggolly Dantas, na Praia de Itamambuca. Em São Sebastião, também no litoral paulista faturou as duas etapas do Circuito Medina que participou e ainda tem em seu currículo uma vitória emblemática no Hang Loose Surf Attack, na categoria petit (sub10), em 2013, superando três meninos na final.

“Foi muito legal e me deu ainda mais ânimo para continuar. Quando comecei, falei para o meu pai que queria ser campeã mundial”, lembra, referindo-se ao pai, o ex-profissional Carlos Kxote. “Já ganhei campeonatos importantes em São Paulo e quero muito vencer essa etapa para fechar com três vitórias nos três eventos”, complementa a surfista, que sonha em ingressar na elite mundial e conseguir a vaga para a Olimpíada.

E no caminho que vem traçando, um dos momentos mais marcantes até agora foi a sua participação na etapa do WCT, este ano em Saquarema/RJ, como uma das ‘wild cards’ ao vencer a triagem, mostrando ter potencial para chegar entre as principais do Mundo. “Foi uma experiência incrível, com certeza adquiri muito conhecimento para as futuras competições e vivi momentos inesquecíveis”, destaca.

No CBSurf Tour 2017, após as etapas no Pará e Pernambuco, Tainá Hinckel lidera nas duas faixas etárias, com 100% de aproveitamento na sub16 e com uma vitória em segundo lugar na sub18. Entre as concorrentes estão Carol Bonelli e Ariane Gomes, na sub16, além de Luara Thompson, Letícia Cavalcante e Julia Duarte na sub18.

Além das disputas femininas, o CBSurf Tour Hang Loose Japan Trials promete disputas acirradas nas categorias masculinas – sub18, com três vagas em jogo, sub16, classificando quatro atletas ao Mundial, além da sub14, exclusiva para o ranking brasileiro. Surfistas de nove estados estão confirmados na competição organizada pela Confederação Brasileira de Surf e Federação Paulista de Surf.

 

SEGUEM ANEXADAS FOTOS DIVULGAÇÃO.

 

cid:image002.jpg@01D3036D.044F2290               25/07/2017