A World Surf League (WSL) anunciou nesta sexta-feira os vencedores do Red Bull Big Wave Awards 2021, que dividiram uma premiação total de 350.000 dólares. O grande destaque foi Justine Dupont, que ganhou três das quatro categorias, todas com a brasileira Maya Gabeira ficando em segundo lugar. A francesa levou os prêmios de “Atleta do Ano”, de “Onda do Ano” e da “Maior Onda Surfada por Tow-In”. A exceção foi Paige Alms, que venceu o da “Maior Onda Surfada na Remada”. Entre os homens, Kai Lenny foi o “Atleta do Ano” e surfou a “Maior Onda na Remada”, Peter Mel ganhou na “Onda do Ano” e Sebastian Steudtner na “Maior Onda Surfada por Town-In”.

A premiação deste ano recebeu mais de 600 imagens com as ondas mais pesadas e incríveis capturadas durante a temporada de 2020/2021. Todas as ondas enviadas, foram avaliadas por um painel de jurados formado por juízes da WSL, ex-surfistas profissionais, especialistas em ondas grandes e também por membros da equipe científica da KSWaveCo.

“Parabéns aos vencedores do Red Bull Big Wave Awards 2021”, disse Jessi Miley-Dyer, vice-presidente de Circuitos e Competições da WSL. “Minha parte favorita este ano é que estamos premiando do primeiro ao quinto lugares nas categorias masculina e feminina. Avaliamos todas as inscrições com base no tamanho das ondas, mas também levamos em consideração o peso das ondas, já que os atletas estão definitivamente ultrapassando os limites para surfar ondas gigantes”.

Vencedores do Red Bull Big Wave Award 2021:

Onda do Ano

Top-5 da categoria feminina:
1- Justine Dupont em Jaws no Havaí em 16/jan/2021. Filmado por Slater Berosky
2- Maya Gabeira em Nazaré, Portugal, em 05/fev/2021. Filmado por Cesinha Feliciano
3- Keala Kennelly em Himalayas no Havaí em 02/dez/2020. Filmado por Ken Kosada
4- Paige Alms em Todos os Santos no México em 11/jan/2021. Filmado por Mike Nulty
5- Michelle des Bouillons em Nazaré, Portugal, em 22/fev/2021. Filmado por Cesinha Feliciano

Top-5 da categoria masculina:
1- Peter Mel em Mavericks na Califórnia no dia 08/jan2020. Filmado por Curt Myers
2- Kai Lenny em Jaws no Havaí em 02/dez/2020. Filmado por Elliot Leboe
3- Kai Lenny em Jaws no Havaí em 16/jan/2021. Filmado por Marcus Rodrigues
4- Grant Baker em Mavericks na Califórnia em 11/dez/2020. Filmado por Richard Hallman
5- Conor Maguire em Mullaghmore Head na Irlanda em 28/out/2020. Filmado por Clem McInerney

Maior Onda na Remada

Top-5 da categoria feminina:
1- Paige Alms em Todos os Santos no México em 11/jan/2021. Filmado por Ryan Craig
2- Keala Kennelly em Himalayas no Havaí em 02/dez/2020. Filmado por Ken Kosada
3- Justine Dupont em Mavericks na Califórnia em 08/dez/2020. Filmado por Pedro Bala
4- Bianca Valenti em Mavericks na Califórnia em 12/jan/2021. Filmado por Curt Myers
5- Justine Dupont em Jaws no Havaí em 17/jan/2021. Filmado por Maui Cartel

Top-5 da categoria masculina:
1- Kai Lenny em Jaws no Havaí em 02/dez/2020. Filmado por Sebastian Tronolone Jr.
2- Peter Mel em Mavericks na Califórnia em 08/jan/2021. Filmado por Pedro Bala
3- Billy Kemper em Jaws no Havaí em 02/dez/2020. Filmado por Sebastian Tronolone Jr.
4- Grant Baker em Mavericks na Califórnia em 11/dez/2020. Filmado por Richard Hallman
5- Peter Mel em Mavericks na Califórnia em 08/dez/2020. Filmado por Marcus Chambers

Maior Onda Surfada por Tow-In

Top-5 da categoria feminina:
1- Justine Dupont em Jaws no Havaí em 16/jan/2021. Filmado por Sebastian Tronolone Jr.
2- Maya Gabeira em Nazaré, Portugal, em 29/out/2020. Filmado por Jorge Leal
3- Justine Dupont em Nazaré, Portugal, em 29/out/2020. Filmado por Above Creators
4- Maya Gabeira em Nazaré, Portugal, em 05/fev/2021. Filmado por Luis de Sá
5- Justine Dupont em Mavericks na Califórnia, em 01/jan/2021. Filmado por Pedro Bala

Top-5 da categoria masculina: 
1- Sebastian Steudtner em Nazaré, Portugal, em 29/out/2020. Filmado por Jorge Leal
2- Kai Lenny em Jaws no Havaí em 16/jan/2021. Filmado por Marcus Rodrigues
3- Conor Maguire em Mullaghmore Head na Irlanda em 28/out/2020. Filmado por Clem McInerney
4- Sebastian Steudtner em Nazaré, Portugal, em 29/out/2020. Filmado por Jorge Leal
5- Lucas “Chumbo” Chianca em Nazaré, Portugal, em 29/out/2020. Filmado por Pedro Miranda

Atleta do Ano

Top-5 da categoria feminina:
1- Justine Dupont
2- Maya Gabeira
3- Paige Alms
4- Keala Kennelly
5- Michelle des Bouillons

Top-5 da categoria masculina:
1- Kai Lenny
2- Peter Mel
3- Grant “Twiggy” Baker
4- Sebastian Steudner
5- Conor Maguire

DESTAQUE DO ANO – A francesa Justine Dupont foi o grande nome da temporada. Ela solidificou sua posição como uma das melhores surfistas (seja homem ou mulher) de ondas grandes do mundo, com vitórias consecutivas na categoria “Atleta do Ano”. Ela provou que se sente confortável surfando condições extremas em Jaws, tanto quanto em Nazaré.

Foi em Nazaré onde em 2020, Justine Dupont perdeu por pouco para a sua grande rival, Maya Gabeira, o recorde mundial registrado no Guinness Book, da maior onda surfada por um homem ou mulher. A vingança veio em dose tripla, com a francesa deixando a brasileira em segundo lugar nos três prêmios que venceu no Red Bull Big Wave Awards 2021, de “Atleta do Ano”, de “Onda do Ano” e de “Maior Onda Surfada de Town-in”.

“Foi minha melhor temporada até agora, então estou muito feliz”, disse Justine Dupont“Conseguir um tubo em Jaws era uma das minhas principais metas. Depois de surfar muito de tow-in em Mavericks, eu queria mais. Tinha muito vento naquele dia em Jaws e achei que seria um bom dia para tow-in. Foi uma onda muito especial e até pensei que seria grande demais para mim, mas consegui surfar ela e estou realmente feliz”.

O único prêmio que Justine Dupont não ganhou foi o de “Maior Onda Surfada na Remada”, somente com a força dos braços, sem o auxílio do jet-ski para entrar na onda como no Tow-in. A vencedora foi Paige Alms, que já possui dois títulos mundiais do WSL Big Wave, foi a Atleta do Ano em 2018, além de ser indicada ao Big Wave Awards em todos os anos desde 2012. Alms também é tricampeã do Big Wave em Jaws (2016, 2017, 2019) e se consolida como uma das melhores mulheres em ondas grandes da história, com o prêmio de “Maior Onda na Remada” surfada em 11 de janeiro de 2021, aos 33 anos de idade.

Entre os homens, Kai Lenny tem 29 anos e é considerado como um dos melhores watermen desta geração, estendendo os limites em ondas gigantes, como as da sua vitória no WSL Big Wave de Puerto Escondido em 2017 no México e o vice-campeonato em Jaws em 2018. Ele é sempre uma ameaça em todas as categorias do Big Wave Awards e não mostra sinais de que esteja diminuindo seu ritmo.

“Eu me sinto nas nuvens e estou muito feliz”, disse Kai Lenny“Eu lembro de ver meus ídolos ganhando o Big Wave Awards, então para mim é uma grande honra estar aqui. Estou apenas tentando manter o ritmo dessa galera e esse prêmio significa tudo, porque eu sempre quero dar o meu melhor em todas as sessões de surfe. Acho que a minha temporada foi memorável, pois surfei algumas ondas que ficarão para sempre gravadas no meu cérebro”.

Conhecido como um dos pioneiros na segurança aquática em ondas grandes, Peter Mel ajudou a expandir as possibilidades de surfe nas condições mais extremas. Para o ex-campeão do WSL Big Wave e Commissioner do BWT, o prêmio de “Onda do Ano” é o primeiro dele no Red Bull Big Wave Awards. O conhecimento de Peter Mel sobre o mundo do surfe em ondas grandes e do surfe profissional como um todo, já garantiu seu lugar de destaque na história.

“Para ser sincero, isso demorou tempo demais para acontecer e estou realmente em êxtase”, vibrou Peter Mel“Eu sabia que essa onda era especial e Mavericks é um lugar muito importante na minha vida. Foi um longo caminho para chegar nesse ponto e essa onda foi um presente divino para mim. Eu dedico essa vitória à minha família. Meus pais abriram uma surf shop no mesmo ano que eu nasci, então o surfe sempre fez parte da minha vida. Minha mãe faleceu recentemente e dedico essa vitória a ela, que me deu a vida, então isso é para ela”.

Nova temporada de ondas grandes para 2021/22 começa oficialmente no dia 15 de novembro de 2021

A janela da nova temporada de Ondas Grandes da World Surf League, começa oficialmente no dia 15 de novembro de 2021 e vai até 31 de março de 2022. A temporada 2021/2022 terá dois eventos, o Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado por Jogos Santa Casa em Portugal e o Jaws Big Wave Challenge no Havaí, com os melhores surfistas de ondas grandes do mundo competindo nas duas modalidades, de remada e de town-in, somente com a força dos braços para entrar nas ondas e com o auxílio do jet-ski, respectivamente.

Os oficiais do evento estarão monitorando as tempestades que produzem grandes ondulações, observando as condições que irão produzir ondas na altura dos parâmetros para realizar as competições. Assim que o “call” for feito pelos oficiais do evento, com 72 horas de antecedência, os melhores big-riders do mundo terão que estar prontos para competir.

O Nazaré Tow Surfing Challenge apresentado pelos Jogos Santa Casa e o Jaws Big Wave Challenge, serão transmitidos AO VIVO no WorldSurfLeague.com, no aplicativo da WSL e no canal da WSL no YouTube. Além disso, verifique as listas locais para cobertura dos parceiros de transmissão da WSL.

Para assistir todas as ondas indicadas, visite WorldSurfLeague.com/redbullbigwaveawards.

Para mais informações, visite WorldSurfLeague.com


SOBRE A WORLD SURF LEAGUE: Estabelecida em 1976, a World Surf League (WSL) é a casa do melhor surf do mundo. Uma empresa global de esportes, mídia e entretenimento, a WSL supervisiona circuitos e competições internacionais, tem uma divisão de estúdios de mídia que cria mais de 500 horas de conteúdo ao vivo e sob demanda, por meio da afiliada WaveCo, empresa que criou a melhor onda artificial de alto desempenho do mundo.

Com sede em Santa Monica, Califórnia, a WSL possui escritórios regionais na América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico e EMEA. A WSL coroa anualmente os campeões mundiais de surf profissional masculino e feminino. A divisão global de Circuitos supervisiona e opera mais de 180 competições globais a cada ano do Championship Tour e dos níveis de desenvolvimento, como o Challenger Series, Qualifying Series e Junior Series, bem como os circuitos de Longboard e Big Wave.

Lançado em 2019, o WSL Studios é um produtor independente de projetos de televisão sem roteiros, incluindo documentários e séries, que fornecem acesso sem precedentes a atletas, eventos e locais globalmente. Os eventos e o conteúdo da WSL, são distribuídos na televisão linear para mais de 743 milhões de lares no mundo inteiro e em plataformas de mídia digital e social, incluindo o WorldSurfLeague.com. A afiliada WaveCo inclui as instalações do Surf Ranch Lemoore e a utilização e licenciamento do Kelly Slater Wave System.

A WSL é dedicada a mudar o mundo por meio do poder inspirador do surfe, criando eventos, experiências e histórias autênticas, afim de motivar a sempre crescente comunidade global para viver com propósito, originalidade e entusiasmo.