Em dupla com Chumbo, Ian Cosenza surfa a maior onda do "Gigantes de Nazaré": 18,80m

por Redação de Olho no Mar / 30/03/2021

Desafio reuniu 13 dos maiores big riders do mundo em Portugal. Francesa Justine Dupont pegou paredão de 17,14m

Fonte GE/FOTOS: Cesinha Feliciano


Os brasileiros Ian Cosenza e Lucas Chumbo foram os grandes destaques da terceira edição do "Gigantes de Nazaré". A dupla carioca foi a única que conseguiu superar a marca dos 18m de altura no desafio que encerrou o Verão Espetacular neste domingo e que reuniu pelo terceiro ano seguido 13 dos maiores surfistas de ondas grandes do mundo em Portugal. Entre as mulheres, a francesa Justine Dupont foi a que mais se aproximou dos brasileiros, conseguindo uma "bomba" estimada em 17,14m.

Segundo as medições do oceanógrafo físico da UFRJ Douglas Nemes, Ian surfou uma onda estimada em 18,81m, enquanto Chumbo pegou a segunda maior: 18,04m.

Surfistas encaram ondas de quase 20 metros no Gigantes de Nazaré, em Portugal

Respeitando todos os protocolos de segurança por conta da pandemia do Covid-19, o Gigantes de Nazaré contou com a presença de 13 surfistas. Foram 3 mulheres: as brasileiras Michelle Des Bouillons e Michaela Fregonese, além de Justine Dupont.

Confira as maiores ondas na temporada de Gigantes de Nazaré

Já as duplas masculinas foram formadas por João de Macedo(PRT)/Antonio Silva(PRT), Tony Laureano (PRT)/Tito Ortega (ESP), Nuno do Violino (PRT)/Pedro Calado (BRA), Andrew Cotton (ING)/Eric Rebiere (BRA) e Ian Cosenza (BRA)/Lucas Chumbo (BRA).

O desafio ainda contou com a participação especial de Pedro Levi, que está em busca do recorde mundial de maior onda surfada por um bodyboarder.

Justine Dupont pegou uma onda estimada em 17,14m — Foto: Pedro Miranda
Justine Dupont pegou uma onda estimada em 17,14m — Foto: Pedro Miranda